Merlottis Calhas
Sábado, 23 de Janeiro de 2021

05/01/2021 16:21:14
Imprimir

Etiene e o barbarense Cesar Cielo são eleitos os melhores nadadores da década no Brasil

 

Cesar Cielo e Etiene Medeiros foram eleitos os melhores nadadores do Brasil na década no Troféu Best Swimming, premiação realizada pelo site de mesmo nome, focado em esportes aquáticos. A dupla foi escolhida por um painel de profissionais que reúne jornalistas, especialistas e ex-atletas olímpicos, que votaram em 23 categorias.

 

Apesar de ter alcançado os maiores feitos da carreira na década passada, como o ouro olímpico de 2008 nos 50 metros livre, em Pequim (China), Cielo foi reconhecido pelo bronze obtido nos Jogos de Londres (Reino Unido), em 2012, na mesma prova, e pelas quatro vezes em que esteve no topo do pódio nos Mundiais de Barcelona (Espanha), Kazan (Rússia), nos 50m livre e 50m borboleta, além da prata na edição de Budapeste (Hungria) no revezamento 4x100m livre. Além dele, também foram citados na votação Thiago Pereira (prata nos 400m medley em Londres e recordista de medalhas em Jogos Pan-Americanos) e Bruno Fratus (dono de três medalhas de prata e uma de bronze em Mundiais).

 

CÉSAR CIELO

O atleta de Santa Bárbara d’Oeste, Cesar Cielo, foi eleito o melhor nadador brasileiro da década, pelo bronze nos 50m livre nos Jogos de Londres (2012), e por ter subido ao pódio  nos Mundiais de Barcelona (Espanha), Kazan (Rússia), e Budapeste (Hungria) - Arquivo Agência Brasil

No feminino, Etiene superou a concorrência da também pernambucana Joanna Maranhão. Em 2017, a nadadora se tornou a primeira brasileira campeã mundial, com a medalha de ouro nos 50m costas em Budapeste. Entre 2014 e 2016, ela já havia vencido a mesma prova nos Mundiais de piscina curta (25 metros) em Doha (Catar) e Windsor (Canadá). No Pan de Lima (Peru), a nadadora se sagrou bicampeã dos 100m costas, disputa que ganhou pela primeira vez quatro anos antes, em Toronto (Canadá).

"Após um ano tão difícil, de incertezas em meio à pandemia, com o adiamento dos Jogos de Tóquio [Japão], é muito gratificante ser eleita como a melhor nadadora do país na década. Agradeço muito pela escolha, com grande motivação para iniciar este novo ano", celebrou Etiene, em comunicado à imprensa.

Na categoria paralímpica, Daniel Dias foi escolhido por unanimidade entre os homens, graças às 15 medalhas (dez de ouro) obtidas nos Jogos de Londres e Rio 2016, além das 25 vezes em que subiu no topo do pódio em Mundiais. A ganhadora no feminino foi Joana Neves, duas vezes campeã mundial e dona de quatro medalhas paralímpicas na década. Além da potiguar, também foram votadas Edênia Garcia, Susana Schnarndorf e Maria Carolina Santiago.

Na categoria paralímpica, Daniel Dias ;foi eleito por unanimidade pelas 15 medalhas (dez de ouro) obtidas nos Jogos de Londres (2012)  e Rio 2016, além das 25 vezes em que subiu no topo do pódio em Mundiais.

Houve eleição também em nível mundial. Com 23 medalhas de ouro olímpicas na carreira, sendo nove conquistadas nos Jogos de 2012 e 2016, e vários recordes mundiais, o norte-americano Michael Phelps foi escolhido o melhor nadador do mundo na década no masculino. Entre as mulheres, a selecionada foi a compatriota Katie Ledecky, de 23 anos, dona de cinco ouros em Jogos Olímpicos - quatro deles no Rio de Janeiro - e 15 títulos mundiais desde 2013.

 

DEMAIS ELEITOS

Melhor Treinador do Brasil – Alberto Pinto da Silva

Melhor Revezamento do Brasil – 4x100m livre (prata no Mundial de Budapeste em 2017)

Melhor Nadador de Águas Abertas – Allan do Carmo

Melhor Nadadora de Águas Abertas – Poliana Okimoto

Melhor Treinador Paralímpico – Marcos Rojo Prado

Melhor Nadadora Infantil – Fernanda Celidônio

 

Melhor Nadador Infantil – Lucas Tudoras

Melhor Nadadora Juvenil – Stephanie Balduccini

Melhor Nadador Juvenil – Murilo Sartori

Melhor Nadadora Júnior – Gabrielle Roncatto

Melhor Nadador Júnior – Matheus Santana e Brandonn Almeida

Melhor Revezamento do Mundo – Austrália 4x200m livre (recordista mundial em 2019)

Melhor Treinador do Mundo – Bob Bowman e Gregg Troy

Melhor Nadadora Júnior do Mundo – Ruta Meilutyte (Lituânia)

Melhor Nadador Júnior do Mundo – Andrei Minakov (Rússia)

Melhor Nadador do Mundo de Águas Abertas – Oussama Mellouli (Tunísia)

Melhor Nadadora de Águas Abertas – Sharon van Rouwendaal (Países Baixos) (Agencia Brasil).

Foto: Agencia Brasil
Imprimir

Jornal Virtual

Jornal Digital

Patrocinadores

Anúncios

Rua Joaquim de Oliveira - 718 - Centro - CEP: 13450-038 - Santa Bárbara d'Oeste- SP


Telefone: (19) 3463-1920 ou 3455-2437
Desenvolvido por